Jornal Cruzeiro do Sul


30/07/14 | Sorocaba SP

Materia

  • Imprimir
  • Enviar
| ACIDENTE AÉREO

Monomotor decola em Sorocaba e cai a 700 metros da costa de Guarujá

O avião pertence ao aeroclube de Jundiaí e era pilotado por um jovem de 19 anos
Um avião monomotor que decolou ontem à tarde do aeroporto de Sorocaba caiu, ao que tudo indica, na Praia da Enseada, no Guarujá. A aeronave modelo P-28 Alfa, fabricada pela Neiva Embraer, era pilotada por um jovem de 19 anos que fazia o seu primeiro voo longo, e tinha como destino o aeroporto de Itanhaém, no litoral sul. Ele estava acompanhado de uma instrutora. Os nomes de ambos não foram divulgados, mas a regional do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) confirmou a decolagem e o prefixo do avião: PT-NUH.

De posse dessa informação, foi possível visualizá-lo na internet. A aeronave pertence ao Aeroclube de Jundiaí, conforme anotado em sua própria lateral. Ela teria decolado do Campo de Marte, em São Paulo, parado em Sorocaba para abastecimento e, no começo da tarde, manteve o último contato com a Base Aérea de Santos por volta das 14h40. O órgão informou que o piloto teria dado conta das más condições do tempo e, desde então, não fez mais contato. Somente às 16h30, quase duas horas, depois, portanto, o Grupamento de Bombeiros Marítimos da Polícia Militar, no Guarujá, foi comunicado de um acidente ocorrido a 700 metros da costa.

Nenhum vestígio do equipamento foi encontrado. Como chovia, as buscas foram suspensas e serão retomadas hoje. Quem confirmou o desaparecimento da aeronave foi o comandante da Base Aérea de Santos, major Alexandre Jannuzzi. As buscas foram realizadas na praia da Enseada, local da possível queda. O capitão do Corpo de Bombeiros, Ricardo Pelliccioni, comandou os trabalhos que duraram cerca de duas horas.

Ele explicou que sobrevoou a região com o helicóptero da Polícia Militar, e com as embarcações, mas não obteve, ao menos até aquele momento, indícios de que o monomotor tenha caído no mar. Durante a sondagem caía uma forte tempestade que atrapalhou o trabalho. A aeronave tinha capacidade para três pessoas. A direção do Aero Clube de Sorocaba só pôde confirmar que o equipamento levantou voo na cidade, depois de obter o seu prefixo.

"Registramos, aqui, média de 200 pousos e decolagens por dia. Sem dados mais precisos, não temos como precisar se determinada aeronave partiu, ou não daqui. Nossa demanda é uma das maiores do interior e qualquer informação desencontrada pode comprometer e não ajudar o trabalho de busca. Por isso, adotamos a cautela de só divulgar ocorrências com um grau de certeza maior"", disse o presidente da entidade, Paulo Fernando Oliveira.
Notícia publicada na edição de 27/04/12 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 11 do caderno A - o conteúdo da edição impressa na internet é atualizado diariamente após as 12h.

Publicidade

Publicidade

comments powered by Disqus



cruzeirodosul.inf.br

Desenvolvimento:

Jornal Cruzeiro do Sul - Direitos Reservados

Faça uma assinatura

Por que ".inf.br"?

Os domínios ".inf.br" destinam-se a meios de informação, como rádios, jornais, bibliotecas, etc.

Acessar a versão móvel