Jornal Cruzeiro do Sul


21/11/14 | Sorocaba SP

Materia

  • Imprimir
  • Enviar
| DIA DAS MÃES

Foto de índia amamentando vence promoção

Era quase seis horas da tarde quando Alcides Gomes capturou a jovem índia e seu bebê. Alcides conta que foi com os familiares até o local je á estava quase na hora de ir embora. "Carreguei a Kiev 60 (máquina fotográfica) com um Fuji Acros 100 (filme) e foi o tempo de fazê-la e a luz ir embora.

 

O inspetor de qualidade foi o ganhador da promoção "Qual é a imagem que representa o amor materno para você?", do Jornal Cruzeiro do Sul. A história do momento do clic é tão interessante quanto a imagem capturada pelas lentes de Alcides.

 

Ele visitava os índios Kuikuros, em 2009 na Toca da Raposa, na cidade de Juquitiba, cidade próxima à capital. A Toca da Raposa promove o intercâmbio dos Kuikuros da Terra Indígena do Xingu, com a sociedade do homem branco, acolhendo-os em determinados períodos do ano. Os frequentadores do local acabam se beneficiando com a troca de cultura com os índios.

 

Ao chegar no local no dia da foto, a tribo matogrossense já estava prestes a se apresentar e ele fotografou a apresentação dos índios. Mas a foto da índia amamentando seu bebê foi um momento de sorte, como ele conta. "Eu vi a cena e me preparei, ela não viu, nem percebeu que eu a estava fotografando, não interferiu na foto nem nada."

 

A naturalidade com que a mãe tem seu filho nos braços mostra bem o momento captado por Alcides. Momentos do dia a dia de todas as mães, alimentar suas crias, amamentar, gesto cotidiano, normal, passa despercebido pela maioria.

 

Alcides conta com alegria da própria mãe, dona Geni, que teve dezesseis filhos, dez deles estão vivos, ficou viúva quando Alcides tinha doze anos. Nunca mais se casou e criou os filhos sozinha. "Não tenho palavras para a explicar a importância da minha mãe em minha vida, ela sempre me apoiou em tudo, na escola, quando fiz o Senai, em todos os passos", conta ele. Alcides é casado com Bernadete e os filhos Douglas e Natália completam a família.

 

Na terça-feira logo após a eleição da melhor foto, em que participaram todos da Redação, com exceção da jornalista Estela Casagrande, que sabia da autoria de cada uma das fotos, Alcides recebeu a ligação contando de sua premiação. Ele recebeu com um misto de alegria e tristeza, pois naquele mesmo dia tinha sido dispensado depois de doze anos numa empresa. Perguntamos então se nunca pensou em seguir profissionalmente com a fotografia e ele disse que isso nunca passou pela cabeça.

 

"Gosto de fotografia de rua e alguma paisagem. Fotografar sem interferência, sem produção. Então vou continuar a fotografar as coisas bonitas que meu olhar captar".

 

Notícia publicada na edição de 10/05/13 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 007 do caderno Ela - o conteúdo da edição impressa na internet é atualizado diariamente após as 12h.

Publicidade

Publicidade

comments powered by Disqus



cruzeirodosul.inf.br

Desenvolvimento:

Jornal Cruzeiro do Sul - Direitos Reservados

Faça uma assinatura

Por que ".inf.br"?

Os domínios ".inf.br" destinam-se a meios de informação, como rádios, jornais, bibliotecas, etc.

Acessar a versão móvel