Jornal Cruzeiro do Sul


23/07/14 | Sorocaba SP

Materia

  • Imprimir
  • Enviar
| POLÍTICA LOCAL

Amigos, amigos...


Durante a campanha eleitoral, o clima pesado dentro do PSDB, virou piada dos partidos concorrentes, principalmente do PMDB. Só que desta vez, passada a eleição e a vitória dos tucanos nas urnas, o clima esquentou agora dentro do PMDB. Na última reunião do diretório municipal da sigla, ocorrida na terça-feira, as agressões verbais quase viraram físicas. A situação ficou mais quente quando se cobrou uma punição ao vereador Tonão Silvano (foto), que dias desses criticou o presidente do PMDB local, Renato Amary, numa sessão da Câmara. Pessoas ligadas a Amary lembraram ainda que Tonão Silvano havia assinado um documento declarando seu apoio ao candidato Marinho Marte (PPS), na eleição da Mesa Diretora da Câmara. 

...negócios à parte

Entretanto, após seu filho ter sido nomeado no Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS), Silvano teria mudado de idéia e votado no candidato do governo (o vereador José Francisco Martinez), segundo as acusações dos colegas de sigla. O ex-presidente e ex-vereador Oswaldinho Duarte (PMDB) tomou as dores de Tonão e criticou Renato Amary e seu pessoal. O vereador Fernando Dini (PMDB) também foi colocado contra a parede, já que também não votou em Marinho Marte. Levantou-se também a informação da troca de voto por cargo. Dini chegou a desafiar os colegas, ao dizer que não tem cargos comissionados na Prefeitura de Sorocaba. 

Cargos comissionados

No dia 10 de fevereiro, o jornal Cruzeiro do Sul publicou uma matéria sobre cargos comissionados na Prefeitura de Sorocaba e informou que a ex-assessora de campanha de Fernando Dini, Nayane Regina Cardoso Oliveira, foi nomeada na Prefeitura de Sorocaba, primeiramente como oficial de gabinete nível 1 e depois elevada à condição de nível 3. Na ocasião, Dini respondeu que não cabia a ele responder questionamentos de nomeação ou exoneração na Prefeitura local. 

Frente Parlamentar

A deputada estadual Maria Lúcia (PSDB) esteve no jornal Cruzeiro do Sul, no início da tarde de ontem e trouxe dados sobre a Frente Parlamentar para Desoneração Tributária dos Medicamentos no Estado de São Paulo. O objetivo, segundo ela, é mobilizar a população e sensibilizar o Poder Executivo para que haja uma redução na carga tributária dos medicamentos e, consequentemente, no preço para o consumidor final. ¤

Caso Afif

Na quarta-feira, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa vai votar o parecer favorável para cassação do vice-governador de São Paulo, Afif Domingos (PSD), elaborada pelo relator do caso, o deputado Cauê Macris (PSDB). O pedido de cassação foi apresentado pelo deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL), já que Afif acumula o cargo de ministro da Micro e Pequena Empresa. Segundo a deputada Maria Lúcia, que é presidente da CCJ, ainda há possibilidade de recurso, antes que o caso chegue ao plenário - logicamente se a cassação for aprovada na comissão. 

Absurdo

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) condenou veementemente os ataques deliberados da Polícia Militar à imprensa. Pelo menos quinze jornalistas foram feridos pela Polícia Militar durante a manifestação de anteontem em São Paulo. Outros dois repórteres foram detidos. A Abraji cobra dos responsáveis que os agentes envolvidos nas agressões físicas contra repórteres e manifestantes sejam identificados e punidos. A Abraji também espera uma explicação oficial da Secretaria de Segurança Pública para a prisão de todos os jornalistas detidos. Impedir o repórter de realizar seu trabalho é violentar toda a sociedade; é atentar contra a democracia.
 
Reflexão

"Onde acaba o amor têm início o poder, a violência e o terror." Carl Gustav Jung
Notícia publicada na edição de 15/06/13 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 3 do caderno A - o conteúdo da edição impressa na internet é atualizado diariamente após as 12h.

Publicidade

Publicidade

comments powered by Disqus



cruzeirodosul.inf.br

Desenvolvimento:

Jornal Cruzeiro do Sul - Direitos Reservados

Faça uma assinatura

Por que ".inf.br"?

Os domínios ".inf.br" destinam-se a meios de informação, como rádios, jornais, bibliotecas, etc.

Acessar a versão móvel