Jornal Cruzeiro do Sul


29/07/14 | Sorocaba SP

Materia

  • Imprimir
  • Enviar
| ELEIÇÕES 2014

Rede confirma que pedirá registro definitivo no TSE


A Rede Sustentabilidade, partido que a ex-senadora Marina Silva pretende fundar para concorrer às eleições presidenciais em 2014 confirmou nesta sexta-feira (23), que vai dar entrada ao pedido de registro do partido junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na próxima segunda (26).

"Nós acreditamos que o tempo e os números necessários de diretórios e de assinaturas coletadas foram cumpridos, o que nos permite trabalhar para pedir o registro definitivo do partido. Quem está propondo a criação de uma sigla tem que submeter as regras e o papel da Justiça é aceitar o que foi feito", afirmou o deputado federal Walter Feldman, em entrevista. O deputado já explicitou ao PSDB sua migração à Rede assim que a nova sigla for criada.

Ao comentar suspeitas de irregularidades na coleta de assinaturas para a criação do novo partido, Feldman afirmou que apesar de ser possível a existência de alguns erros, que isso não justifica a especulação de que possa haver fraude. "Tivemos 12 mil voluntários colaboradores que fizeram as coletas pelo Brasil. É muito possível que algum desses não tenha feito direito. Não há controle total. São 850 mil fichas, fizemos uma triagem, mas algumas podem ter escapado", afirmou, ressaltando que é a favor de que essas suspeitas sejam investigadas. "São alguns casos que podem ter acontecido e que se abra investigação."

Feldman reiterou que alguns cartórios eleitorais estão ultrapassando o prazo de 15 dias para avaliar as assinaturas e disse que há "algumas que são rejeitadas sem explicação". Ele ponderou, no entanto, que não acredita em uma articulação política para dificultar a criação da Rede no âmbito judicial. "São problemas do sistema. Na Justiça a demanda é muito forte, pesada, tem poucos funcionários, teve as férias de julho, eles estão trabalhando a questão da biometria", citou o deputado, lembrando que no Congresso, PMDB e PT tentaram aprovar um projeto que impedisse a criação da Rede. "Houve um esforço gigantesco pra isso. Mas ele não conseguiram."

O tucano afirmou ainda que apesar das dificuldades, ele tem a "convicção de que a Rede será fundada". "Eu fui fundador do PSDB dei a minha contribuição ao partido, mas hoje me encontro em sintonia com a proposta da Marina de desenvolvimento sustentável. Estou saindo do PSDB sem hipocrisia", disse. Questionado sobre seu futuro político em um eventual cenário que a Rede não consiga ser fundada, Feldman rebateu. "Eu só caminho para a Rede. No atual modelo não tenho nenhum caminho diferente. Mas tenho convicção de que a Rede vai sair. Eu não estou em busca de um novo partido, mas sim de um partido novo", finalizou.

O TSE avisou à direção do partido que precisa de um mês para analisar todo o processo. O prazo final para que todas as assinaturas estejam validadas e o processo ratificado pelo TSE é 5 de outubro, um ano antes do primeiro turno das eleições presidenciais. Marina e correligionários têm, portanto, menos de dois meses para isso. Até última sexta-feira, 16, apenas 250 mil fichas de apoio à Rede passaram pelo crivo dos cartórios. O número mínimo de apoiadores para a criação do partido é de cerca de 500 mil. (AE)

Publicidade

Publicidade

comments powered by Disqus



cruzeirodosul.inf.br

Desenvolvimento:

Jornal Cruzeiro do Sul - Direitos Reservados

Faça uma assinatura

Por que ".inf.br"?

Os domínios ".inf.br" destinam-se a meios de informação, como rádios, jornais, bibliotecas, etc.

Acessar a versão móvel