Jornal Cruzeiro do Sul


28/11/14 | Sorocaba SP

Materia

  • Imprimir
  • Enviar
| ITU

Incêndio destrói fábrica de bebedouros

Pane elétrica teria sido a causa do acidente. Uma pessoa ficou ferida

Guilherme Maganhato
guilherme.maganhato@jcruzeiro.com.br
programa de estágio

Uma pane elétrica causou um incêndio na fábrica de bebedouros IBBL, na avenida Tiradentes, trecho urbano da rodovia Waldomiro Corrêa Camargo (SP-79), em Itu. O fogo começou pela manhã e ainda à tarde a fumaça podia ser vista de longe. Dos 180 funcionários, um ficou ferido, tendo quebrado a clavícula ao tentar deixar o local; depois foi encaminhado ao hospital.
 
As chamas destruíram 4.500 metros quadrados da empresa, que tem área construída de 5 mil m2. Equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros estiveram no local. A IBBL informou que o fogo teve início no setor de expedição e se espalhou pois havia grande quantidade de materiais inflamáveis, como plásticos, isopores e madeiras. O trânsito nas imediações ficou complicado.


Vídeo compartilhado publicamente por João Paulo Ferreira


De acordo com Alex Eldorado, 32 anos, um dos socorristas que chegou junto com os bombeiros ao local, um dos funcionários contou que realizava manutenção elétrica no momento em que o fogo começou. "Contaram que os funcionários saíram correndo e o fogo era mais rápido que eles", relata Alex. O líder logístico Eli Roberto de Carvalho Vieira, 37, presenciou o início do fogo nos fundos da fábrica e informou a brigada de incêndio da empresa.
 
"Estava recebendo um caminhão e o motorista viu o fogo e me avisou. Logo que vi saí correndo." As chamas se espalharam rápido e não foi possível controlá-las de imediato. Todos os funcionários foram evacuados. "Na hora deixei o nervosismo de lado e fui ajudar meus companheiros. Minha esposa também trabalha aqui. O importante é que ninguém se feriu", ressalta.

Imagens enviadas por Marcos Vinicius


Funcionários da IBBL e de uma empresa vizinha contaram que ouviram explosões depois que o fogo se espalhou, porém, ocorreram após a evacuação. Tanto as atividades na firma ao lado, que produz estruturas metálicas, como na Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Itu, do outro lado da avenida, em frente da IBBL, foram suspensas. O major Augusto Galvão, comandante interino do 15º Grupamento de Bombeiros de Sorocaba, disse que a corporação destacou 11 viaturas e 22 homens que atuam em Sorocaba, Salto e Itu. Ao todo foram seis ambulâncias. Um guincho foi contratado para retirar os carros do estacionamento da empresa. Da PM, havia 10 viaturas. Por volta do meio-dia, a pista sentido Sorocaba foi bloqueada e o tráfego desviado, sendo liberada por volta das 13h. A Polícia Rodoviária orientou o trânsito na avenida, uma das principais entradas da cidade. 

Sindicato
 
Representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) de Itu também estiveram presentes no momento do incêndio para prestar solidariedade aos funcionários da IBBL. Conforme José Carlos do Carmo, presidente da entidade, um ônibus fretado foi contratado para levar os funcionários até suas casas. Ainda foi pedido às autoridades que fossem recuperados os pertences dos funcionários e levados ao prédio do sindicato. "Faremos uma reunião amanhã com a diretoria da empresa para que sejam resolvidas as questões trabalhistas dos funcionários. Queremos saber se serão afastados ou se receberão férias. Esperamos também a presença dos poderes Executivo e Legislativo", salienta. (Supervisão: Eduardo Santinon)

Publicidade

Publicidade

comments powered by Disqus



cruzeirodosul.inf.br

Desenvolvimento:

Jornal Cruzeiro do Sul - Direitos Reservados

Faça uma assinatura

Por que ".inf.br"?

Os domínios ".inf.br" destinam-se a meios de informação, como rádios, jornais, bibliotecas, etc.

Acessar a versão móvel